filhotes de pastor alemão, canil de pastor alemão, filhote de pastor alemão
 
Notícias

10/NOV /2012Filhote de Pastor Alemão: Aplique o teste de Campbell 

 

Faça o Teste voce mesmo!
Este teste (chamado teste de Campbell) serve para determinar a tendência geral inata do carácter de um cachorro. O Teste de Campbell propõe-se analisar o comportamento dos cachorros em vários aspectos. Este teste é amplamente utilizado, inclusive por entidades de adestramento de cães-guia de cegos e cães de terapia. Além de ajudar os novos proprietários, este teste pode ser útil para os criadores que queiram seleccionar o exemplar mais adequado para cada cliente e para adestradores que desejam sentir as potencialidades dos cachorros com vista ao adestramento e finalidades do mesmo.

 

 

Condições prévias ao teste:

 

 

• Deve efectuar-se o mais cedo possível, já que

a partir dos 2 ou 3 meses de idade os resultados serão influenciados pelo ambiente, pelas manipulações e outras influências externas e, dessa forma, os resultados serão menos fiáveis. • Se for possível, o teste deve ser realizado por uma pessoa que o cão nunca tenha visto. O ideal seria que fosse executado pelo futuro proprietário. • Realizar as cinco provas e anotar a letra correspondente à reacção do cão. • O carácter inato que é determinado pelo teste pode ser modificado posteriormente, ainda que só em parte, por meio do trato e da educação que venha a receber. • Se necessário pode fazer-se com que o cão receba um adestramento específico para corrigir qualquer problema. • Em todo caso, se puder escolher, o melhor é testar vários cães e escolher o que, à priori, tem um carácter mais adequado ao tipo de vida que se pretenda levar com ele. Provas

Como fazer

Pontuação

1 – Reacção do cão ao se aproximar um desconhecido.

Coloca-se o cachorro no centro de uma sala/quarto e baixando-se estende a mão em direcção a ele. Se for necessário, pode chamar sua atenção com palavras suaves, mas não com ordens ("vem") nem usando o seu nome, se ele já o tiver aprendido.

· A - Vem prontamente, com a cauda erguida, brinca e/ou morde. · B - Vem prontamente, com a cauda baixa, e dá a pata. · C - Vem prontamente, com a cauda baixa. · D - Vem com medo, com a cauda baixa. · E - Não se aproxima.

2 - Disposição do cão em seguir uma pessoa.

Colocar o cachorro perto, e afastar-se uns passos andando com tranquilidade. Observe a sua reacção.

· A – Segue-nos com a cauda alta e morde a perna. · B – Segue-nos com a cauda alta e quando paramos se atira a nossos pés. · C – Segue-nos com a cauda baixa. · D – Segue-nos, cauda baixa e timidamente, com medo. · E - Não nos segue ou segue-nos, porém vai sem nos prestar atenção.

3 - Disposição do cão a submeter-se a uma pessoa.

Virar o cachorro de costas, e dominá-lo com uma mão no ventre durante uns 30 segundos.

· A - Responde ferozmente, bate com a cauda, morde. · B – Excita-se tentando libertar-se e bate com a cauda, mas sem morder.

· C - Responde com força, mas acalma-se depois de segundos.

· D - Não responde e lambe as mãos. · E - Respostas imprevisíveis: Excita-se, acalma-se, torna a agitar-se, mordisca, lambe .

. . tudo confusamente.

4 - Disposição do cão em aceitar algo que não lhe agrada.

Bate-se no cão com suavidade ao longo da coluna vertebral.

Acaricia-lhe o ao contrário do correr do pelo até a nuca.

· A - Brinca, dá a pata, morde e rosna. · B - Brinca e dá a pata.

· C – Retorce-se e lambe as mãos. · D - Gira sobre a espádua e lambe as mãos. · E – Afasta-se e mantém a distância.

5 - Reacção do cão perante a perda do controle por sua parte.

Juntar as mãos por debaixo do ventre do cachorro, cruzando os dedos e levantando-lhe do solo durante 30 segundos.

· A – agita-se ferozmente, morde e rosna. · B – Agita-se ferozmente.

· C – Agita-se, mas logo se calma. · D - Não se agita. Lambe as mãos. · E - Respostas imprevisíveis (como no teste 3).

Avaliação e Resultados:

Duas respostas A e alguma B, ou três ou mais respostas A.

O cão é de carácter muito dominante e agressivo. Requer muita firmeza no trato, mas seu carácter é estável, sendo mais adequado para tarefas de guarda e defesa. Frente ao perigo reage bem. Não é muito recomendável se há crianças em casa.

Três ou mais respostas B.

O cão é de carácter dominante, embora mais estável e menos agressivo que no caso anterior. Carácter muito bom para guarda e defesa. Sociável embora requer trato firme. Pode ser bom cão de companhia numa casa com adultos, mas menos recomendável se há crianças pequenas.

Três ou mais respostas C.

Cão de carácter muito equilibrado e sociável.

Não agressivo, mas capaz de sair em nossa defesa.

De toda forma não é adequado para ser usado como guardião.

Como cão de companhia não dará nenhum problema.

Duas respostas D com alguma E, ou três ou mais respostas D.

Muito submisso e amável. É muito sensível às brigas quando se porta mal. Sentindo-se agredido pode morder por medo e fugir.

Duas ou mais respostas E.

Cão de carácter independente, pouco disposto à convivência com as pessoas.

Será difícil de criar e educar. Com o tempo pode tornar-se agressivo para manter sua independência, e morder se o corrigem. Com um cão assim deve evitar-se todo contacto com crianças.

 

Suzana H dos Santos, 112 - Jardim Canadá | Assis - SP | Tel: 18 3324-5123

 

 

© Filhotes de Pastor Alemão - Canil Gita do Nepal

Desenvolvimento: Key Webmarketing